A vida sobre plataformas suspensas

        As palafitas foram a solução encontrada pelas comunidades que viviam em áreas constantemente alagadas. Existem diversos exemplos destas comunidades na região norte do Brasil.

        Porém, dentro das grandes cidades, o desejo e a necessidade de urbanizar-se fez com que algumas populações ocupassem áreas "marginais" ao aglomerado urbano, criando uma paisagem rudimentar.

 

 

        Das moradias lacustres do homem pré-histórico às palafitas dos mangues urbanos, pouca coisa mudou: estacas são fincadas na lama, suportando uma base na qual se estrutura a moradia.

        Este tipo de habitação que geralmente se integra harmoniosamente com a natureza, no caso dos mangues urbanos causa um grande mal ao meio ambiente. Freqüentemente induz à ocupação definitiva, por parte do poder público, através de aterros com fins políticos e eleitoreiros.

        Resolver o problema de saneamento, energia e infra-estrutura destes locais parece tecnicamente simples: pode-se imaginar o desenho de palafitas high-tech que se diluem em meio ao verde do manguezal. Mas a cidade não é um organismo simples e de fácil compreensão, mesmo com toda a tecnologia disponível.

"A cidade não pára

a cidade só cresce

o de cima sobe

e o de baixo desce..."

Chico Science

 

BRASÍLIA TEIMOSA é um exemplo de ocupação urbana pela população pobre e marginalizada. O bairro Brasília Teimosa caracteriza-se por sua referencia de resistência popular. Em 1934, o estado havia comprado o domínio útil da área do Areal Novo, antiga denominação do bairro, pertencente aos herdeiros do Visconde do Livramento.

Paralelamente à construção da capital federal em 1957-1958, e durante a grande seca vivida nestes anos, aconteceu a ocupação do Areal, denominada por Brasília Teimosa devido a teimosia do povo que resistiu às ameaças de despejo, destruição dos barracos, etc. A pop. estimada é de 36 mil habitantes.

O bairro está situado na orla marítima da zona sul da cidade, limitando-se ao norte pelo oceano Atlântico, a noroeste pelo estuário do rio Capibaribe, a sudoeste com o bairro Pina. No que diz respeito ao sistema viário Brasília Teimosa tem uma situação privilegiada em relação aos acessos à zona sul, ao centro e perimetral. Mas as pessoas vivem na miséria e o bairro constitui um aglomerado de habitações precárias e sem infra-estrutura necessária à comunidade.

O PAKAAS PALAFITAS LODGE é um hotel sobre palafitas, que é um exemplo de conforto, sofisticação e comunhão com a natureza exuberante do local. Erguido no encontro dos rios Pacaas Novos e Mamoré, em um nível bem superior ao das águas.

Constitui-se de um conjunto de 50 cabanas independentes, interligadas por mais de 2 km de passarelas que se encontram em um complexo central.

A integração com a natureza possibilita a observação de pássaros, jacarés e vários animais da região, a exuberante flora da Amazônia, passeios pelos rios , lagos e matas locais.