Combate e proteção  
 contra incêndios

 

Se as instalações de água potável, de esgotos sanitários e de águas pluviais podem trazer prejuízos materiais, ou até mesmo causar danos à saúde das pessoas, comprometendo suas vidas a longo prazo, as instalações de proteção e combate contra incêndio, se mal projetadas têm conseqüências gravíssimas e imediatas se não puderem extinguir o fogo imediatamente.

 

Instalações contra incêndio

            Logo que se inicie o incêndio, as instalações vão detectá-lo e debelá-lo, evitando que ele se propague.
            No Brasil, obedecem às seguintes normas:
-        Departamento Nacional de Seguros Privados e Capitalização – DNSPC.
-        Norma Regulamentadora NR-23 da Portaria n 3.214, que regulamenta a Lei 6.514, da Consolidação das leis de Trabalho.
-        Associação Brasileira de Normas Técnicas – ABNT.
-        Instituto de Resseguros d Brasil. Portaria n 21 e Circular n 19.
 

A escolha da substância com a qual se irá apagar o incêndio dependem da natureza do material:

 

Água em jato denso. Extintores com carga “soda-ácido” ou “líquido”

Espuma

Neblina de água

Gás carbônico (CO²). Extintores e instalações fixas

Pó carbônico químico (Dry Chemical Powder). Extintores. Instalações fixas

Materiais sólidos, fibras têxteis, madeira, papel, etc.

Sim

Sim

Sim

Sim*

Sim*

Líquidos inflamáveis, derivados de petróleo

Não

Sim

Sim**

Sim

Sim

Maquinaria elétrica, motores, geradores, transformadores

Não

Não

Sim**

Sim

Sim

Gases inflamáveis, sob pressão

Não

Não

Não***

Não***

Sim

 

* Indicado somente para princípios de incêndio e de pequena extensão
** Indicado somente após estudo prévio
*** Embora não indicado, existem possibilidades de emprego, após prévio estudo e consulta ao Corpo de Bombeiros e ao Departamento Nacional de Segurança e Higiene do trabalho do Ministério do Trabalho 

Classificação das edificações

            Residencial: privativa (unifamiliar e multifamiliar); coletiva (pensionatos, asilos, internatos e congêneres); transitória (hotéis, motéis e congêneros)
            Comercial (mercantil e escritório)
            Industrial
            Mista (residencial e comercial)
            Pública (quartéis, ministérios e embaixadas, tribunais, consulados e congêneres)
            Escolas
            Hospitalar e laboratorial
            Garagem ( edifícios, galpões e terminais rodoviários)
            De reunião pública (cinema, teatro, igrejas, auditórios, salões de exposição, estádios boates, clubes, circos, centros de convenções, restaurantes e congêneres)
            De usos especiais diversos (depósitos de explosivos)
            De munições , inflamáveis, arquivos, museus e similares.

 Caracterização dos sistemas empregados

            Combate a incêndios com água

            A instalação de combate contra incêndio com o emprego de água pode ser através de sistema sob comando ou sistema automático.
            As caixas de incêndio são colocadas em quantidade e locais tais que assegurem a possibilidade de se combater incêndio de qualquer ponto do pavimento, usando-se mangueiras de até 30m de comprimento.
            Os dispositivos do sistema automático atuam ao ser atingido determinado nível de temperatura ou de comprimento de onda de radiações térmicas ou luminosas oupela presença de fumaça no ambiente.
 

            Combate a incêndios  com sistema sob comando com hidrantes

            Essa reserva para incêndio é fixada pela legislação estadual e depende do tipo de prédio, do número de pavimentos e do sistema segundo o qual são alimentadas as caixas de incêndios com hidrantes.
            Uma tubulação saindo do fundo de cada seção do reservatório superior, alimenta as colunas de incêndio que em cada pavimento srvem às caixas de incêndio.

            No sistema sob comando com hidrantes, a canalização preventiva corresponde à instalação hidráulica predial de combate a incêndio para ser operada pelos ocupantes da edificação até a chegada do corpo de bombeiros em prédios de apartamentos, hotéis, hospitais e conjuntos habitacionais.

            A rede preventiva é o sistema de canalizações destinado a atender as descargas e pressões exigidas pelo corpo de bombeiros em fábricas, edificações mistas, públicas, comerciais, idustriais, esclares, galpões grandes, edifícios-garagem, etc.

            Combate a incêndios com sistema de chuveiros automáticos

            Sistema que consiste basicamente numa rede de encanamentos ligada a um reservatório ou uma bomba possuindo aspersores dispostos ao longo da rede. A instalação típica de sprinklers é feita em uma área mpla, sem paredes divisórias.