MADEIRA

 

As madeiras incorporam todo um conjunto de características técnicas, econômicas e estéticas.Esse material apresenta resistência mecânica tanto a esforços de compressão como à tração; resistência mecânica superior ao concreto com a vantagem do peso ser menor, resiste a choques e esforços dinâmicos; bom isolante térmico e acústico (dependendo do caso); custo reduzido de produção (reservas podem ser renovadas), além de tudo isso apresenta um padrão estético e decorativo.

Apesar dessas vantagens, a madeira pode vir a ter alguns efeitos negativos, como: a degradação de suas propriedades decorrentes de alterações em sua umidade; a deteriorização causada por seus predadores; a heterogeinidade de suas fibras e limitação de suas dimensões.

Esses problemas que surgem, já existem métodos para solucioná-los, através da secagem artificial, tratamento de preservação (inseticida) e a transformação das peças pequenas em laminados, oferecendo uma maior dimensão.

A madeira pode estar presente em todas as etapas de uma construção: fundação, estrutura, pavimento, vedação, revestimento e cobertura.

Algumas espécies de madeira são mais utilizadas industrialmente, como a canela, cedro,péroça, pinheiro (araucária), imbuia, mogno, atualmente o pinus está ganhando espaço juntamente com outras espécies pouco conhecidas.

As toras de madeira, com cerca de 5 a 7 metros de comprimento, são desdobradas nas serrarias, onde se produzem peças de madeira, como pranchões e pranchas, vigas e vigotas, caibros, ripas, tábuas e sarrafos, que por sua vez dão origem ao soalho, forro, batente, rodapé e tacos.

Resistência ao fogo

Para que um incêndio seja evitado, é preciso que os materiais resistam a temperaturas em torno de 850°C (no centro do incêndio).A madeira natural, sem tratamento, prende fogo em temperatura de 275°C. 

Existem numerosos produtos que são ignéfugos (retardantes do fogo), à base de fosfato ou silicato, para pintura superficial ou impregnação sob pressão.

As madeiras podem apresentar defeitos e são considerados defeitos todas as  anormalidades em sua integridade e constituição que alteram seu desempenho e suas propriedades físico-mecânicas.

Secagem da madeira:

A secagem do material, além de necessária, traz várias vantagens:

Preservação das Madeiras

A fim de aumentar a durabilidade da madeira, deve-se proteger as peças de agentes deteriorantes, tais quais fungos e bactérias, além de cupins. Utiliza-se inseticidas e pinturas para ajudar na preservação.

Madeiras transformadas

É um processo em que ocorre a reaglomeração de fragmentos cada vez menores, dando origem aos tipos de madeiras transformadas -madeira laminada, madeira aglomerada, madeira reconstituída.